Nossa Mente

“Se a pessoa só se alegra com as coisas que acontecem para si, a pessoa está super frágil. […] Agora, se ela vê os outros felizes e se alegra, isso é uma super riqueza.”

“Nossa mente não é pessoal. Quando a gente é capaz de atravessar essa pessoalidade através da alegria, isso é super bom! A gente se alegra com o outro como se fosse conosco. Qual a diferença? Não tem nenhuma. Não é eu e o outro, não tem isso. A mente é livre. A maior prova disso é que a gente é capaz de se alegrar com alguma coisa que está acontecendo em um filme. Nossa mente é plástica, se desloca para outras posições, e é capaz de se alegrar com alguém que é fictício. Agora, se eu ficar com a mente presa a um personagem, que também é fictício, que é minha identidade… isso dá dó. E a gente acaba formando as crianças e os adultos todos fixados desse modo.”

Lama Padma Samten

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Me siga no souncloud :)