O Reiki também pode contribuir para a limpeza e desintoxicação do organismo de quem o recebe, sobretudo em casos de pessoas sujeitas a medicação forte. Para potenciar o efeito de depuração promovido pelo Reiki é possível proceder da seguinte forma:
1 – Realizar um autotratamento completo tendo estabelecido como objetivo, no momento de ligação à energia, que o Reiki atue no sentido da limpeza e purificação do organismo.
2 – Após a posição habitual relativa ao chacra do plexo solar, colocar as duas mãos na zona do fígado e visualizar a limpeza e desintoxicação deste órgão a processar-se. Por exemplo, imaginar as impurezas a saírem pelas raízes. Deixar o Reiki fluir durante o tempo que o Byosen indicar como necessário.
3 – Manter uma das mãos na zona do fígado e colocar a outra no plexo solar, por se tratar do chacra mais próximo, logo, um dos mais solicitados no processo de desintoxicação. Deixar o Reiki fluir.
4 – De seguida, vamos tratar o fígado mas estabelecendo ligação com os órgãos mais próximos e com os quais o fígado interage diretamente. Assim, manter uma das mãos no fígado e colocar a outra no esplénico. Deixar o Reiki fluir.
5 – Continuar com uma das mãos no fígado e colocar a outra no chacra cardíaco. Deixar fluir o Reiki necessário.
6 – Continuar a restante sequência do autotratamento diário habitual.
  Gedoku-Ho 
Uma das técnicas tradicionais de Reiki mais adequadas para promover o alívio dos efeitos secundários da medicação é a Gedoku-Ho ou técnica de desintoxicação. A palavra japonesa doku significa “veneno” ou “toxina”, ge significa “retirar” e ho é “técnica”.
Esta técnica pode ser utilizada em nós ou noutra pessoa, sendo que, neste último caso, o terapeuta deve adoptar a postura que lhe for mais confortável, pois trata-se de uma técnica demorada:
– Colocar uma mão na zona do umbigo e a outra mão nas costas, na posição correspondente. Deixar o Reiki fluir durante exatamente 13 minutos.
Caso se trate de medicação muito pesada e tóxica, como a quimioterapia ou outros fármacos habitualmente administrados na patologia oncológica, podemos combinar esta técnica de desintoxicação com o tratamento diário sugerido para o fígado.
 Não esquecer os rins
A nossa sobrevivência depende do bom funcionamento dos rins, na medida em que a mais importante função renal é precisamente a purificação do sangue, isto é, a eliminação das substâncias tóxicas do sangue através da urina. Sabe-se que os rins filtram cerca de 1200 litros de sangue por dia.
Tal como foi descrito anteriormente, o sangue é um dos veículos através dos quais o fígado expulsa toxinas. Logo, se se estiver a fazer um tratamento com vista a potenciar a função hepática, poderá ser adequado tratar também os rins, de forma a auxiliar o seu trabalho. Assim, antes ou depois de tratar o chacra esplénico, é recomendável colocar cada uma das mãos na zona dos rins e deixar o Reiki fluir durante o tempo considerado necessário. Caso esteja a fazer o tratamento a outra pessoa, poderá ser conveniente que esta esteja de costas para cima.
 fonte: http://www.associacaoportuguesadereiki.com/reiki/reiki-em-portugal/2013/07/02/reiki-na-limpeza-e-desintoxicacao-do-organismo/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>